quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

a saudade dói quando o santa maria sobe em direção a outros destinos. eu me lembro bem de nunca querer ir embora. tem tanta gente que sabe o que é isso... inauguro assim esse blog: dando um grande tchau pra saudade. é aqui que vou ficar.


16h05

5 comentários:

jeanetelino disse...

Ciça,
aprendi com minha neta que a saudade vai quando a gente chega.A vida ensinou-me que ,de Dores do Indaiá, nunca saímos ,pois ela está sempre
dentro em nosso jeito e gesto,talvez gesta.Imaginar a Praça dos Coqueiros
é vê-la intacta aos ventos ,ao sol,
ao entardecer imponente nas faias do Indayá.Prossiga sempre
Abraçares
Jeanete Lino

Elisandra Amâncio disse...

Olá Ciça, que legal! Sabe, já tem 10 anos que saí de Dores, mas confesso que sempre fica aquela saudadezinha... dos tempos da Escola "Normal", da galera do 1º e 2º ano quando nos encontrávamos no "Deraldino", Ponto Chique, etc...

O tempo passa, mas as lembranças ficam. Muito bom saber que estará produzindo este blog. Voltarei sempre para ver as novidades. Deus abençoe você e sua família.

Saudades sempre!
Bjim.

Ricardo disse...

Oi Ciça...
Só mesmo você, hem? Adorei a idéia e sempre que possivel virei aqui, não apenas para ver e ler, mas também para colaborar com algum momento de saudade da terrinha querida...
Obrigado, em nome de todos que não estão ai mais, fisicamente, mas que nunca esquecem a nossa Dores...
Beijão!

Alexandre Oliveira \m/ disse...

Acho que conheço essa "muié" na janela em!
beijos,
\m/

Edivaldo disse...

Olá a todos,
01- Que saudade de Dores... Puxa sai quando criança mas minha lembranças voltaram quando abri este blog. Grato! Me fez bem.

02- Hoje estou muito bem e graças a Deus sempre lembro minhas raizes. Por favor coloque mais fotos da cidade. Moro em Porto Alegre rio grande do sul.Até mais. Edi